quarta-feira, 20 de julho de 2016

O QUE É UM ROMANCE? COMO ESCREVÊ-LO?

O QUE É UM ROMANCE? COMO ESCREVÊ-LO?
Assim como uma casa para ser erigida tem de ter diversos elementos, como por exemplo: cimento, pedra, areia, telha, e para se viver dentro dela ainda tem de ter armários, serviço de toilets, etc., um livro, para ser considerado romance tem de ter na sua estrutura: 
·      Narrador; Personagens; Enredo; Tempo;
     Romance é uma obra literária que apresenta narrativa em prosa, normalmente longa, com fatos criados. 
Se for ficção, quer dizer imaginação do autor.
     O romance continua a ser a obra literária a que nos referimos no primeiro parágrafo se os factos forem históricos, verídicos, relacionados a personagens que possam eventualmente existir ou ter existido.
     Pode haver no romance uma mistura de ficção e de verdade.
foto da internet, sem nome de autor.
     No romance os personagens serão descritos como vivendo diferentes conflitos ou situações  mais ou menos dramáticas, numa sequência de tempo relativamente ampla, mesmo que a narração não seja feita cronologicamente, que não sejam narradas na sequência temporal em que ocorreram ou estão a ser contadas.
     O mesmo romance pode contar diferentes tipos de histórias. Quando o autor conseguir interligar os factos, para completar a trama, a história, então terá um romance. 

     TIPOS DE ROMANCE - Há diversos tipos de romance: “romance policial”, “romance de aventuras”, “romance regional”, “romance histórico”, “romance urbano”, etc.
- Um romance poderá ter apenas um personagem?
- Não, a isso chamaríamos CONTO.

- O romance deve narrar-se na primeira pessoa ou na terceira?

     Se o romance é narrado na terceira pessoa, chama-se narrador omnisciente, porque, estando fora da história, o narrador vai penetrando na intimidade dos personagens como se fosse Deus. Sabe tudo sobre eles, por dentro e por fora. Conhece-lhes os desejos e adivinha-lhes o pensamento.

foto da internet sem nome de autor
Queira informar-me se lhe pertencer. Obrigada.
Se for narrado na primeira pessoa, será o personagem principal a contar toda a história. No entanto, no livro “O Meu Pecado” de Celeste Cortez, publicado em 2007, há dois personagens principais e cada um conta a sua parte da história. Há ainda o narrador omnisciente, o que sabe tudo.  
José Rodrigues de Carvalho usou o mesmo método no seu livro “Anjo Branco” no ano 2010.  

Em outro artigo explicaremos o que é um “Narrador”. O que são “personagens”; O que é Enredo e o que significa “Tempo”. 

Brevemente explicaremos a diferença entre Novela e Conto. 

Volte sempre, voltaremos também. 

COMENTÁRIOS: Se quiser fazer o favor de comentar, poderá deixar as suas palavras ao fundo deste artigo. 
Porém, os comentários tendenciosos ou maliciosos, serão de imediato excluídos.
Não comente como anónimo, se nada tem a temer, porque encerrar-se atrás de um muro? 
Seja frontal e bem intencionado/a, sempre. 




Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...