sexta-feira, 13 de junho de 2014

FESTA DA USCSAL

Universidade Sénior de Carregal Do Sal Encerrou Ano Letivo Com Festa “De Se Lhe Tirar O Chapéu” (texto extraído de publicação da Câmara Municipal de Carregal do Sal )

Um espetáculo surpreendente, pleno de dinamismo, boa disposição e grande harmonia… Assim foi considerado o espetáculo apresentado pelos alunos da Universidade Sénior de Carregal do Sal na festa de encerramento do quarto ano letivo, no passado sábado.
Tendo como palco o auditório do Centro Cultural, e apresentado por Sandra Gomes, técnica da Biblioteca Municipal e professora da disciplina de teatro na USCSAL a festa começou desde logo com uma surpresa – a atuação do Grupo Coral da USCSAL, composto por 24 vozes e acabado de criar, que interpretou alguns temas populares, dirigido pelo professor José Eduardo Rodrigues.

Depois, do princípio ao fim, sucederam-se as prestações diversas e divertidas que conseguiram arrancar algumas gargalhadas à assistência que se apresentou praticamente lotada.
O que é que a baiana tem?

Um sketch de mímica

A interpretação da canção
o que é que a baiana tem?

de Carmen Miranda


Teatro sobre um atribulado casamento civil; 





  • uma demonstração de dança da disciplina de Ginástica, monitorizada por Gonçalo Borges; 


  • Grupo coral composto por 24 elementos com menos ded 2 meses de ensaios, com peças magistralmente interpretadas; 
  • mais mímica;
  • a coreografia de uma marcha popular, por Gabriel Carlos no tema "S.João olhó balão"; 
  • Um sketch de mímica; a interpretação da canção “O que é que a Baiana tem”, de Carmen Miranda;
  • a rábula “Ai Agostinho, Ai Agostinha”, de Ivone Silva e Camilo de Oliveira; 


  • uma demonstração de dança da disciplina de Ginástica, monitorizada por Gonçalo Borges; 
  • mais mímica;  Entre cada atuação dos alunos, foi preenchido com o desempenho do mesmo teclista e vocalista viseense Gonçalo Borges: 


No fim Inácio Lourenço, presidente da direção da USCSAL, agradeceu a presença do público, a colaboração dos diretores, professores e alunos, e o apoio da Câmara Municipal afirmando que “Não nos dão dinheiro, mas dão o principal, as instalações e a disponibilidade de alguns funcionários para nos darem aulas”. 

Chamou então ao palco os diretores e professores e a fundadora da USCSAL, a escritora Celeste Cortez, para lhes entregar uma lembrança.
Rogério Abrantes, presidente da Câmara Municipal, usou então a palavra para dizer que “ficou provado que não é preciso grande investimento para fazer um bom espetáculo” pelo que “Estamos todos de parabéns: os alunos, a Universidade Sénior e o Concelho”.

Fotografias de Lino Dias (a quem o blog "Letras à Solta" agradece. 

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...