sexta-feira, 8 de março de 2013

DIA DA MULHER - OLHEM QUEM FAZ ANOS!

DIA INTERNACIONAL DA MULHER – 8 DE MARÇO DE 2013

Por : Celeste Cortez (Portugal) Dedico à minha neta  KARINA neste dia do seu aniversário.
Cada mulher é um ser diferente, mas todas contribuíram e contribuem, para a História da Humanidade. Vamos aqui recordar algumas abrangendo todas as mulheres universalmente. ( embora pelo tempo de que disponho, mencione mais a mulher de PORTUGAL). 
Deixando para trás civilizações, iria começar por falar a partir da era cristã, lembrando MARIA, Mãe de Jesus Cristo, mas fiquei perplexa e perguntei-me: Quem és tu mulher, para falares sobre Maria, quando há mais de dois mil anos escritores e poetas, gente rica e gente humilde, dela têm escrito e falado?
E se falar na Raínha Santa Isabel de Portugal que levava esmolas para os pobres no seu regaço?
- Quantas raínhas ou plebeias o fizeram e o fazem ainda nos nossos dias?
Como gosto de poesia, lembrei-me de Florbela Espanca, a nossa grande poetisa (ou poeta como queiram), de Natércia Freire, de Fernanda de Castro, Natália Correia e não ficaria por aqui  se …  
Embalada pela beleza da poesia,  embarquei no comboio da mulher, onde se fazia teatro com Palmira Bastos, Amélia Rei Colaço, Beatriz Costa, e vi filmes com a linda atriz Milú e tantas outras.
Apurei o ouvido. Não me enganei, ouvi cantar: Amália Rodrigues, Dulce Pontes, Mariza e tantas outras que cantando, ajudaram e ajudam  a colocar bem alto o nome deste nosso belo Portugal, país plantado num canteirinho florido à beira mar, como se de uma tela pintada pelas mãos diáfanas das nossas pintoras Maluda (1934-1999) ou Maria Helena Vieira da Silva (1908-1992), se tratasse.
Entro noutra carruagem: Dispostos em mesas decoradas com Sabedoria,  Paixão, Amor, Desespero, Emoção, tudo o que é necessário para o Conhecimento, estão livros das nossas escritoras: Agustina Bessa Luís, Alice Vieira, Maria Velho da Costa, Maria Teresa Horta, Lídia Jorge, Maria Helena Sacadura Cabral e tantas que seria impossível mencionar .
E não precisei de passar para outra carruagem porque mesmo desta ouvi tocar melodias que me encheram o ouvido. É que há mulheres, tanto em Portugal como no mundo inteiro, que compõem partituras musicais e outras são cantoras e regentes de orquestra.
À minha frente encontro,  escrito em letra de hinos angelicais,  o doce nome de Madre Teresa de Calcutá, uma das líderes espirituais mais reconhecidas e amadas em todo o mundo, pelo seu trabalho a favor dos pobres, dos doentes, dos seres que eram despejados nas valetas.
E penso:
 – quantas Madres Teresas de Calcutá por esse mundo fora? 
-  quantas mais serão precisas para dar uma morte digna a todos os sem abrigo?
O comboio da mulher levou-me a correr o mundo. Sem me apear passei por todas as mulheres, de ontem e de hoje, que não podemos deixar no esquecimento. A dona de casa, a operária, a empregada, a patroa, a aviadora, a fundadora de instituições, a professora, enfim.  Impressionou-me  a mulher que mal sai do sono da noite, corre na maratona da vida  para aprontar o pequeno almoço para o marido e filhos, tem de levar estes à escola e chegar a tempo ao emprego. Desempenha as tarefas com eficiência, tem um cérebro de génio para pensar nas compras que há-de fazer para no regresso preparar as refeições para os que ama. E quantas vezes estes “se esquecem” de num abraço lhe agradecer, como se ela fosse uma peça sempre impecável da tecnologia mais avançada.
Não podemos deixar passar este dia dedicado à mulher, sem um doce pensamento de GRATIDÃO para as mulheres que ajudaram a moldar a nossa mente, o nosso coração: As nossas mães, estejam elas onde estiverem.
A todas as mulheres, incluindo as aqui presentes e a todas as que não estão aqui, dignas de referência porque carregaram dentro de si, o ser humano de que é composta a humanidade.
E em louvor de todas as mulheres que estão dando à luz e a todas as que estão nascendo neste momento,  por esse mundo fora, juntemos as nossas mãos numa calorosa salva de palmas.
Celeste Cortez (Portugal)

 

 

 

1 comentário:

Sami disse...

Um artigo muito bem escrito como sempre. E parabens a Karina pelo seu aniversario no dia da Mulher.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...