segunda-feira, 9 de agosto de 2010

LIBERDADE DE EXPRESSÃO - O HOMEM


O homem, foi, é e será um ser complexo. Ontem teria direito a ser amado pela sua sabedoria posta a favor do seu semelhante. Hoje poderá fazer as mais odiondas loucuras contra os outros. E amanhã como se comportará?

Costumo pensar que os bons nem sempre procedem bem e os maus nem sempre procedem mal.

Vem a propósito de um homem famoso em Portugal. Como homem, as suas acções repugnam-me.
Como dirigente desportivo - apesar de não ser do seu clube - admiro-o quase sempre.

Hoje, o que ele disse, conforme o que nos foi mostrado na televisão, é um homem que demonstrou estar ao lado de quem merece, mesmo correndo o risco de ser mal visto por milhares e aplaudido por outros tantos. Mas deu a cara. Poderia ter ficado calado. E não correria o risco de ficar mal visto por uns quantos.

E agora? Aplaudo quem? ao homem que repugno ou ao dirigente desportivo que aprecio? Quem esteve certo, foi o homem. Mas, repito, como homem as suas acções são baixas, para o tipo de homem que idealizei, ou comparativamente aos homens com quem conviví: meu pai, meus irmãos, meu marido.

Por mais que procure entender, não me parece que a acção deste homem, em defesa de outro, em frente a jornalistas da televisão, tenha sido o resultado de ser dirigente desportivo, porque, como tal, ainda há bem pouco tempo criticava aquele a quem agora defende.


Falta de coerencia da sua parte? Não! Definitivamente não!!! Apenas o homem que erra muitas vezes e outras acerta. Igualzinho a todos nós.


Só posso dizer: o homem foi, é e será um ser complexo. Complicado mesmo. Nem sempre o homem bom procede bem. Nem sempre o homem mau procede mal.


É a minha hora de escrever. Por volta da meia noite. Pensando que era dia 10 de Agosto de 2010, mas... já a noite está a dar a mão à madrugada do dia 11 de Agosto de 2010.

Celeste Cortez

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...