domingo, 17 de dezembro de 2017

AMÉRICA - A Independência

Declaração da Independência dos
Estados Unidos da América
     Guerra de Independência dos Estados Unidos, ou Guerra Revolucionária Americana (1775–1783) ou ainda Guerra Americana da Independência, foi um conflito armado entre o Reino da Grã-Bretanha (Inglaterra) as Treze colónias que tinham na América do Norte. 
     O Dia da Independência dos Estados Unidos (em inglês: Independence Day of The Fourth of July), pela Declaração de Independência em 1776, celebra-se a 4 de julho nos Estados Unidos. 
     É o feriado mais festejado e tem forte influência no país americano, sendo considerado o dia Nacional dos Estados Unidos. 
       Na verdade, segundo reza a História, a separação legal das colónias do Reino Unido da Grã Bretanha (Inglaterra) ocorreu a 2 de Julho de 1776, quando o Segundo Congresso Continental aprovou a declaração da independência proposta por Richard Henry Lee, (do Estado da Virgínia). A partir daí o Congresso elaborou, debateu, revisou a DECLARAÇÃO DE INDEPENDÊNCIA, que foi aprovada no dia 4 de Julho. 
Parece-nos muito importante transcrever aqui, retirada com a devida vénia da wikipédia,  uma carta que John Adams, que veio a ser o 2º. Presidente dos Estados Unidos da América, de 4 de Março de 1797 a 3 de Março de 1801, escreveu a sua esposa de seu nome ABIGAIL:
  ..." o 2º. dia de Julho de 1776 será o mais memorável da história da América. Acredito que será celebrado nas gerações vindouras como o maior  festival comemorativa. Esta data será celebrada como o dia da libertação através dos atos seles de devoção a Deus Todo-Poderoso. Deverá ser solenizada com pompa e paradas, com demonstrações, jogos, salvas, sinos, fogareiros e fogos, de um lado a outro deste continente, de agora para sempre"...


     Sabemos que se equivocou por pouco. O dia nacional é celebrado a 4 de julho.
     Estudiosos têm debatido sobre a publicação da Declaração de Independência, apesar de Thomas Jefferson (3º.Presidente, John Adams  (2º.Presidente  e Benjamin Fraklin terem escrito posteriormente sobre a data original. A maioria dos historiadores concluem e aceita que a Declaração teria sido assinada cerca de um mês após a sua aprovação, em 2 de agosto de 1776, e não em 4 de julho como comumente é acreditado. Mas que interessa? 

2 comentários:

Maria da Saudade Paiva disse...

Muitas vezes há datas das quais não sabemos a razão da sua importância; outras vezes, como é este caso, sabemos o que é comemorado, mas ignoramos certos detalhes, pelo que considero este artigo importante, tal como outros deste género, que se lê e compreende com facilidade algo que por vezes é necessário consultar "calhamaços".

Obrigada pela partilha de conhecimentos.

Um abraço

Maria da Saudade Paiva

Celeste Cortez disse...

Obrigada pelo comentário prezada poeta Maria da Saudade Paiva. Tentando fazer o meu melhor, fico feliz por ter agradado. Abraço Celeste Cortez

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...