quinta-feira, 6 de agosto de 2015

HIROXIMA (HIROSHIMA) a bomba atómica, faz hoje 70 anos que caiu.

VAMOS REFLETIR SOBRE AS ATROCIDADES CAUSADAS PELA BOMBA ATÓMICA

Comentários de Celeste Cortez: 


O grande poeta Vinicius de Moraes, criou figuras fortes para se insurgir contra a guerra, contra a bomba atómica. 
Usou o verbo "pensar" no imperativo ("pensem"), convidando-nos  a refletir diante das atrocidades causadas pela guerra, e, principalmente, a causada pelo mais odiondo instrumento feito pelo ser humano, a destruidora “ bomba atômica” que pôs e pode continuar a por em perigo a sobrevivência humana.  

* - Vinícius grafa Hiroxima com X, pois a rigor é essa a adaptação do nome próprio japonês para a língua portuguesa. Em tempos mais recentes, devido à influência do inglês, é mais comum que se grafe a palavra com SH. Ambas as formas são aceites na norma culta.

A rosa de Hiroxima*
Foto da internet

VINICIUS DE MORAES

Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas
Mas oh não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroxima
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa sem nada


Vinicius de Moraes –(Rio de Janeiro 1913 – 1980  Rio de Janeiro) Vem de família de músicos e poetas (Pai violinista e cantor , mãe e avô pianista, tio cantor boémio.
 Vinicíus de Moraes (o poetinha) foi diplomata, músico, boémio… se isso é profissão, advogado, dramaturgo, jornalista,  crítico de cinema, compositor e poeta. Foi amigo da nossa grande fadista e letrista de alguns fados Amália Rodrigues.


1 comentário:

Sami disse...

Infelizmente a memoria do povo humano parece ser curta, pois as guerras continuam...
Espero porem nao voltar a haver outro Hiroshima!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...