quarta-feira, 20 de agosto de 2014

O MUNDO DOS MEUS SONHOS, poesia de Celeste Cortez

O mundo dos meus sonhos
Eu quero
que o chão da minha rua
seja pintado de lilás,
Que as árvores frondosas
espalhem nos passeios
flores de Jacarandás
 


Eu quero
que as telhas da minha casa,
sejam de variegadas cores,
que combinem no todo,
com a rua e as flores
Eu quero
ser feliz e que toda a gente
o seja também,
que não haja menino a faltar-lhe
o amor de Mãe,
nem de Pai,
nem de ninguém
Eu quero
que os passarinhos venham
comer na minha varanda aberta,
De manhã,
com o seu chilrear ser desperta,
seus filhotes saiam do ninho
feito no meu beiral,
e venham esvoaçando
para o meu quintal
Eu quero,
que não haja guerra no mundo,
que toda a gente tenha
o necessário sustento,
que não haja orfãos,
nem gente em sofrimento,
Eu quero
que a agua não seja esbanjada,
cada vez há menos no Mundo,
tem de ser poupad
a




               Eu quero,
               viver rodeada de quem amo,
                mas se a vida nos separar
                que nossos corações
                estejam em sintonia de amar

         Eu quero que o Mundo,
         seja assim de verdade,
         que este meu sonho,
         se transforme em realidade 



2003 - Do livro "L. de E." Celeste Cortez  

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...