sábado, 2 de fevereiro de 2013

Procura-se: Familia Maddox

 CELESTE SILVESTRE ou CELESTE CAMPOS SILVESTRE é o meu nome,  para efeitos do que vou contar, porque é o único nome (suponho) porque era conhecida pelas pessoas que vou descriminar. Assim, podendo esta mensagem chegar ao google, se as pessoas andarem à minha procura como eu ando à delas, havemos de nos encontrar.
Como se encontra alguém que se procura? Já ouviu dizer que quando se quer muito uma coisa ela vem ao nosso encontro?
Ando há anos à procura de uma família americana que conheci na cidade da Beira, em Moçambique. Eram residentes temporários, porquanto o Engenheiro James S. Maddox estava ao serviço de uma companhia estrangeira (suponho que americana), de exploração de petróleo e gás em Moçambique.
Suponho que através de anúncio no Diário de Moçambique, encontrei a senhora Colette E Maddox, casada com o Sr. engenheiro James Maddox, que contactei para que me ajudasse a melhorar o mêu inglês e francês, porque iria ter um concurso para promoção, nos serviços onde trabalhava.
A senhora Colette Maddox e o Sr. Engenheiro James S Maddox tinham nessa altura dois filhos, ainda bem pequenos: O Michael, mais velho e o Mark, que teriam nessa altura, isto em finais dos anos 60, (talvez 1966), uns 4 e 3 anos de idade.
Celeste: Comparação de idades, sendo a do
meio a mais recente
Eu e meu marido tivemos a oportunidade de conviver com este casal maravilhoso, por pouco tempo. A senhora Colette tinha uma cultura invejável e não o digo por ela dominar fluentemente umas poucas de línguas, fruto de ter estado a viver em diversos países. Creio que tinha nascido no Egipto.
Em breve, quando encontrar, hei-de publicar a única foto que tenho dos miudos Maddox - Michael and Mark.  
As fotos que aqui publico, são das poucas pelas quais os nossos amigos daquela ocasião nos poderão reconhecer, assim como as fotos das nossas filhas mais velhas. SAMI e BÉZINHA.

Nesta história esqueci-me de dizer:
Procurei em vão por nets, googles, facebooks, e nada encontrei até agora que corresponda totalmente. Até procurei nos mortos de toda a América, com aqueles nomes. Felizmente ali não encontrei. No facebook! no facebook! Claro que procurei no facebook e ali acabei por fazer um amigo americano, também de nome Mark Maddox, um militar, muito correcto.
Lamento que no facebook tenhamos a preocupação de publicarmos fotos dos nossos esposos e dos nossos filhos e netos, mas, raramente, muito raramente, alguém publica fotos dos seus pais, dos seus avós. Já não refiro dos tios, tias, primas e primos. Assim, todos os Michael e Mark que encontrei, se tivessem fotos e nomes dos pais, eu poderia ter encontrado - será que ? - o James S. Maddox e a Colette Maddox.

MAS... HEI-DE ENCONTRAR.  HEI-DE ENCONTRAR.  

AMIGO VISITANTE: Já lhe aconteceu algo semelhante? Então conte-me a sua história. Eu contei-lhe a minha. É a sua vez.  Fico à espera.
Aonde é que a pode escrever? Ora... claro que aqui ao fundo, onde diz "MENSAGEM". Publique como mensagem.
Prometo que a irei ler. E se deixar o seu email, até lhe agradecerei por escrito.    

Email: celestecortez2010@gmail.com

2 comentários:

Sami disse...

Atraves do facebook, tambem eu encontrei 2 ou 3 amigas de longa data, com quem agora mantenho contacto.

Celeste Cortez disse...

Tanto procurei. Já sei onde se encontra a família Maddox que procuro... infelizmente o engenheiro James Stuart Maddox faleceu em Julho de 1996. Vou enviar à Colette a foto que tenho dos filhos pequenitos. Espero que ainda se lembre de nós, mas.. já tem 86 anos! E os filhos não se poderão lembrar de nós, eram crianças de 3 e 4 anos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...