sábado, 16 de fevereiro de 2013

O MEU NASCIMENTO - I -

Caras amigas e caros amigos, ilustres visitantes deste blogue:
 
Muito e muito obrigada pelos vossos votos de felicidade no meu aniversário.
Passámos os dois dias do meu aniversário em Vilamoura. Já expliquei no artigo anterior a razão dos dois dias? Não! Pois... vou contar. Quando eu era pequenina...Quando eu era pequenina, acabada de nascer, acabada de nascer. (Isto é o poema de uma canção que foi cantada por estudantes de Coimbra, há muitos anos).
Vou continuar. Quando eu era pequenina... meu pai era funcionário das Finanças. Eu nasci às 18 horas do dia 9 de Fevereiro, portanto poderemos dizer à noitinha, porque no inverno - Fevereiro é inverno - escurece cedo e às 18 horas é noite. Ainda por cima no tempo em que a electricidade não existia em todas as terras de Portugal, à luz das velas deveria parecer noite!...
Eu nasci, chorei, esbocejei, espreguicei-me, sorri e disse: Estou aqui, vim dizer-vos que gostei muito de estar onde estava, quentinha. Também vou gostar de estar perto de vós. Segundo me disse o meu anjo da guarda vocês são os meus pais, aqueles a quem chamarei mamã e papá. Dizem que as crianças aprendem primeiro a dizer papá... mas... isso é um pouco traumatizante para uma mãe que trouxe dentro do seu ventre uma criança durante 9 longos meses. A criança deveria dizer primeiro "mamã". Para ser justa... eu quero sempre ser justa... vou dizer "papá" e "mamã" ao mesmo tempo. (E não fiquei cansada deste discurso tão grande!)
Como? - ouvi dizer às pessoas que rodeavam a minha linda mamã (chamavam-lhes parteiras e curiosas, só podia, eu tão pequenina, só com curiosidade se poderia perder tempo a olhar para mim!) 
- Eu não lhes respondi, não precisava de lhes responder, mas, pensando melhor, resolvi responder-lhes, baixinho, com aquela voz que vem ainda do Céu onde eu tinha estado tanto tempo, uma voz que parecia mesmo Celestial, talvez por isso me tenham chamado Celeste:
- Eu direi: "Mamã, Papá" uma palavra a seguir à outra.
Mas então quer dizer que a menina Celeste (e logo me chamaram Celeste), chamará primeiro "Mamã"!...
Respondi-lhes mais uma vez com uma voz tão celestial que parecia um cântigo dos Anjos com quem eu tinha aprendido a falar:
- Então direi ao mesmo tempo: "Papá" e "Mamã", disse feliz, como feliz sou até hoje, mesmo quando choro penso que sou feliz. Para quê ser infeliz? "Infeliz" é uma palavra muito longa. Aquele "in" custa muito a pronunciar.E parafraseando Mia Couto "ser infeliz dá uma trabalheira".  
Se disser Papá e Mamã, estará a dizer primeiro "papá"! disseram as parteiras e as curiosas ao mesmo tempo. 
Eu não poderia dizer "bolas, estão a chatear-me, ou quê?" Não, não podia, eu vinha educadínha e educadinha queria continuar para toda a vida. Resolvi responder-lhes com um sorriso celestial, quer dizer angelical. Compreendem?
- Uma vez direi "Mamã" primeiro. Outra vez direi "Papá" primeiro. 
Quer dizer que primeiro a menina Celeste dirá "mamã"?!
Não percebi, não quis perceber, se eram trocistas por natureza em vez de parteiras ou se estavam a gozar comigo. Aquilo que eu mais detestava é que gozassem comigo. Ainda hoje detesto. Destestoooooo.
Voltei a responder-lhes com aquela vozinha tão angelical que talvez tivessem pensado que era um Anjo que estava a falar-lhes: Direi ao mesmo tempo: "Mamã e Papá" e "Papá e Mamã" e ia a repetir:  "M... comecei a tossir, a tossir, talvez cansada de tanto falar, ou porque estava farta de tanta parvoíce. Pois se não queriam entender,  que não entendessem. Parteiras e curiosas dum raio. Perdão, quem nasceu educadinha e quer continuar educadinha até ir para o outro mundo, nunca dirá asneiras. Façam de contas que nada disse sobre as parteiras e curiosas dum raio. Coitadas. Só tenho a agradecer-lhes estarem ali para me receberem àquela hora de quase noite.

E... a história do dia seguinte, do outro dia em que festejo TAMBÉM o meu aniversário, fica para outro dia. Não quero cansar-vos. Até outro dia, então. Cá vos espero. Voltai para visitar este blogue, eu voltarei também. Aqui será o nosso encontro.  


 
 
 
 
 

 

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...