terça-feira, 13 de novembro de 2012

Se me puderes ouvir...

Se me puderes ouvir

     «O poder ainda puro das tuas mãos
       é mesmo agora o que mais me comove
       descobrem devagar um destino que passa
       e não passa por aqu

       à mesa do café trocamos palavras
       que trazem harmonias
       tantas vezes negadas:
       aquilo que nem ao vento sequer          segredamos

       mas se hoje me puderes ouvir
       recomeça, medita numa viagem longa
       ou num amor
       talvez o mais belo.» 
                      Padre Tolentino Mendonça

José Tolentino Calaça Mendonça, Madeira (Machico) 15-12-1965, presbítero e poeta português.
Especialista em Estudos Bíblicos, tem abordado com rigor e criatividade os temas e os textos do cânone cristão, mantendo um diálogo sensível com as interrogações do presente. A relação entre o Cristianismo e Cultura é uma das ideias-chave do seu percurso. Passou o ano académico de 2011-12, como Straus Fellow, na New York University, integrando uma equipa de investigadores-convidados, empenhados no estudo do tema “Religião e Espaço Público”. É o responsável nacional pela Pastoral da Cultura e, recentemente, foi também nomeado Consultor do Pontifício Conselho para a Cultura, no Vaticano. Além de ensaísta, tem uma obra poética que muitos reconhecem entre as mais marcantes do panorama atual. Os seus livros, embora não primando pela originalidade, conhecem um grande sucesso em Portugal e são cada vez mais traduzidos internacionalmente. Dia 18 de outubro de 2012, é empossado como vice-reitor da Universidade Católica Portuguesa (UCP).

Livros publicados:
  •   Os Dias Contados, 1990 (poesia)
  • As estratégias do desejo: um discurso bíblico sobre a sexualidade, 1994 / 2ª edição acrescida: 2003 (ensaio)
  • Longe não sabia, 1997 (poesia)
  • A que distância deixaste o coração, 1998 (poesia)
  • Se eu quiser falar com Deus, 1996 (textos pastorais)
  • Baldios, 1999 (poesia)
  • De Igual para Igual, 2000 (poesia)
  • A construção de Jesus: uma leitura narrativa de LC 7,36-50, 2004 (ensaio)
  • A Estrada Branca, 2005 (poesia)
  • Perdoar Helena, 2005 (teatro)
  • A Noite abre os meus Olhos, 2006 (poesia reunida)
  • La Notte apre i miei Occhi, 2006 (tradução italiana de uma antologia de poesia do autor; tradução e organização de Manuele Masini)
  • A leitura infinita. Bíblia e Interpretação, 2008 (ensaio)
  • O Viajante sem Sono, 2009 (poesia)
  • O Tesouro escondido, 2011 (Colecção Poéticas do Viver Crente - Paulinas Editora)
  • Pai-nosso que estais na terra, 2011 (Colecção Poéticas do Viver Crente - Paulinas Editora)
  • Colecção Poéticas do Viver Crente, 2011 (Direcção e Coordenação - Paulinas Editora)
  • Colecção Poéticas do Viver Crente - série Linhas de Rumo, 2012 (Direcção e Coordenação - Paulinas Editora)
  • Nenhum caminho será longo, 2012 (Colecção Poéticas do Viver Crente - série Linhas de Rumo - Paulinas Editora)

Artigos
  • Identidade e enigma: a interacção dos personagens na secção galilaica de Lucas, in Didaskalia 35, 1/2 (2005)
  • A função cristológica do espaço em Lc 7,36-50, in Didaskalia 33, 1/2 (2003)
  • Toda a Bíblia é Comunicação, in Bíblica - Série Cientifica, nº 2
  • O Pentecostes, in Bíblica - Série Cientifica, nº 4
  • Jesus Cristo, Palavra definitiva do Pai, in Bíblica - Série Cientifica, nº 5
  • O Espírito Santo: "Senhor que dá a Vida", in Bíblica - Série Cientifica, nº 6
Prémios
  • Foi laureado com o Prémio Cidade de Lisboa de Poesia (1998)
  • Prémio PEN Clube Português (2004)
  • Prémio Literário da Fundação Inês de Castro (2009)
  • Finalista do Prémio Literário Casino da Póvoa (2011)
  • Distinguido com o grau de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...