terça-feira, 12 de junho de 2012

LIVROS - EDITORES E ESCRITORES

12-6-2012 - VÉSPERA DE SANTO ANTÓNIO DE LISBOA: Estou com um olho na televisão a "ver passar as marchas populares" e outro no computador para vos dar notícias. Como posso fazer isso se "agora" só vejo com um olho? Não era o que queria dizer: vou escrevendo e vou deitando o olho (só um) para observar a beleza das marchas populares. Amanhã digo-vos qual foi a marcha que ganhou... Se souberem antes de mim, avisem-me.  E ainda estou ao mesmo tempo a beber um licor de café irlandês e a comer umas bolachinhas para que não falte alimento aos pneus! Pneus que não tinha aos 20 anos e ... não, não bebia licor... mas comia bolachinhas.     
E lá vai a marcha a desfilar na Avenida da Liberdade, em Lisboa. Esta é a marcha de Marvila.

          Se já repararam, tenho estado a adiar o assunto que aqui me trouxe. Não sou maldizente e gostaria de nunca o ser, mas temos de dizer mal do que está mal.  O que queria partilhar convosco é uma incongruência, como tantas que há neste nosso querido e maltratado país: Fui aos correios enviar livros que me foram requisitados. O tempo que demorei na fila foi o triplo do que costumo esperar, sem quaquer culpa para os simpáticos funcionários da estação dos CTT de Cascais. São os mais simpáticos, amáveis, afáveis, sorridentes, prestáveis e muitos mais adjectivos "admirativos" de todos os funcionários que já vi por esse Portugal e por este mundo fora. Acreditem. Parabéns para eles.
A culpa da espera não era deles. Seria, creio, pelo facto de hoje ser véspera de feriado. Só em Cascais e Lisboa. Privilegiados? Sim, graças a SANTO ANTÓNIO DE LISBOA, o Santo de que um destes dias vos falarei.
          Tive tempo para reparar e arregalar os olhos por ver exposto um livro de autora estrangeira, com receitas de culinária. O que tem isso de grave? Nada, se não fora o facto das receitas serem de comidas absolutamente diferentes das portuguesas, todas (as que consegui ler), com ingredientes caríssimos. Para quê? Com a crise quem se mete a fazer "omolete sem ovos"?
Mas a Editora portuguesa pagou direitos à Editora estrangeira. A Editora portuguesa (não li qual era)  que provavelmente, recusa centenas de projetos literários de autores portugueses, bem melhores do que um livro de receitas de que poucos poderão orgulhar-se de comprar para fazer as receitas. Há tantas receitas que nunca serão experimentadas! Paga-se a um tradutor. Dá despesa colocar o livro nas prateleiras dos CTT e nos escaparates de outras boas livrarias. Mas são estrangeiros, senhores, deixem passar os estrangeiros. Dêm-lhes preferência. Ainda se os editores estrangeiros procedessem da mesma maneira em relação aos autores portugueses! Mas não! 
Quase todos os países protegem os "seus autores". No nosso país não há dinheiro para os autores portugueses.  Só para os consagrados ou que têm padrinhos e madrinhas. Autores estrangeiros têm o privilégio, o direito, a prerrogativa de serem "acarinhados" pelos seus governantes, pelos seus ministérios, pelos editores do seu país. E estes ainda lutam para conseguir a publicação dos seus autores no estrangeiro... por exemplo... em Portugal. E conseguem-no em detrimento do autor "made in Portugal" que, se fosse ajudado, traria os louros - e os lucros - para o seu país.  

É ESTE O PAÍS QUE TEMOS. POR CULPA DE QUEM?

LEVE OS MEUS ROMANCES PARA FÉRIAS. O preço é razoavel, menos de 15,00 €uros cada.

Compre-os na BERTRAND, na FNAC, na BOOK IT, na APOLLO 70, onde quer que haja estes estabelecimentos ou no ESPAÇO RYHAD em Cascais.
Se estiverem esgotados ou ainda não estiverem no stock de uma destas livrarias, encomende, exija ser servido. Eles estarão à sua disposição 2 ou 3 dias depois.
Esta a minha página do facebook, por agora
Mas... se não os encontrar mesmo, em última análise, poderá pedir através do meu email: celeste.cortez@hotmail.com ou na minha página do facebook Celeste Cortez (não na página de autora). A foto da página (ao lado) e a minha foto (em cima) servirá de guia.  

      

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...