quinta-feira, 3 de maio de 2012

FERNANDO LOPES, faleceu- Homenagem ao cineasta português

r.i.p. (REST IN PEACE)

Fernando Marques Lopes (Maçãs de Dona Maria, 28 de Dezembro de 1935 - 2 de Maio de 2012.
Passou a infância em Ourém, aos cuidados de uma tia, e veio para Lisboa aos dez anos, ao encontro da mãe. Pouco depois começou a trabalhar, como paquete, à medida que continuava os estudos, no Ensino Técnico. Desponta para a realização através do movimento cine-clubista (foi sócio do Cineclube Imagem.
 Em 1957 ingressa no quadro técnico da Rádio e Televisão de Portugal, então inaugurada. Em 1959 torna-se bolseiro do Fundo do Cinema Nacional, o que o leva para a London Film School, em Inglaterra, obtendo um diploma em Realização de Cinema.
Regressado a Portugal, assina Belarmino (1964), uma média-metragem sobre a vida do pugilista Belarmino Fragoso, considerada obra-chave no movimento do Novo Cinema português, ao lado de Dom Roberto e Os Verdes Anos.
Em 1965 faz um estágio em Hollywood, onde permanece três meses. Ao regressar filma Uma Abelha na Chuva (1971) (baseado no romance homónimo de Carlos de Oliveira), que se tornaria, com Belarmino e, posteriormente, O Delfim (2002) (baseado no livro de José Cardoso Pires), as obras mais significativos da sua filmografia.
Fernando Lopes foi ainda co-fundador e director da RTP2, na década de 1980, e leccionou durante vários anos no Curso de Cinema da Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa.
Os seus filmes mais recentes: 98 Octanas (2006), Os Sorrisos do Destino (2009) e Em Câmara Lenta (2012).
Este artigo foi publicado com ajuda da Wikipédia.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...