terça-feira, 11 de outubro de 2011

UMA PRECE POR TI, FLORESTA!....

O poema Uma Prece Por Ti, Floresta!... um poema de Hermínio da Cunha Marques, extraído do seu livro : "Bombeiros Voluntários de Carregal do Sal - 60 anos de vida", publicado no ano 2000. Num mapa estatístico refere a área ardida (em hectares) de fogos florestais em Portugal, de 1990 a 1999.

Hermínio da Cunha Marques, é poeta, prosador, historiador, investigador. Tem quase duas dúzias de livros publicados, escreve para jornais, faz musica para os seus poemas(exemplo: hino de Carregal do Sal), é um homem da literatura... mas, talvez por ser da província, a sua obra, que deveria ser conhecida e reconhecida em Portugal e por esse Mundo fora... quase não tem saído das quatro paredes do seu concelho: Carregal do Sal. Exceptuam-se alguns exemplares carregados pelos emigrantes, que com muito orgulho irão mostrar aos seus amigos e colegas lá na estranja.

No verão quente que tantos fogos trás, aqui deixo o poema Uma Prece Por Ti, Floresta!... um apelo à consciência do homem.

UMA PRECE POR TI, FLORESTA

Eu queria fazer solene apelo,
em defesa duma riqueza imensa,
Das manchas verdes, de beleza intensa,
Que o paraíso tirou por modelo!...

Clamo com vigor! Tenho de fazê-lo,
Em prol da sombra amiga que compensa,
Quem de suor no rosto não dispensa
O ar puro que tem, por merecê-lo!...

Eu suplico, à consciência do Homem,
E grito, nem que por louco me tomem,
Esta mensagem, buscando guarida:

Preservai o verde que ainda resta,
E fazei com que não morra a floresta,
O precioso bem que nos dá vida!...

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...