quinta-feira, 14 de julho de 2011

LEITURA - Biblioteca cheia de fantasmas

Por Celeste Cortez:

Quando se finaliza a leitura de um livro, fica a vontade de continuar a ler. Assim como caminhar deixa vontade de continuar a fazê-lo, dançar deixa-nos o pé mais leve para outra dança, cantar incitamos a 
cantar,a leitura continuada, estimula o apetite para a leitura. 

Biblioteca Cheia de Fantasmas, no original "Des bibliothéques pleines de fantômes" um livro de Jacques Bonnet, é como abrir muitos livros ao mesmo tempo e lê-los todos.
O autor descreve os espaços de tal forma que quem o lê, sente-se dentro deles. É como uma criança quando vai a uma biblioteca pública e encontre prateleiras e mesas à sua altura, livrinhos com centenas de capas coloridas, apelativas,atraentes. Não deixará de ficar fascinado e será um leitor assíduo.

A televisão não tirará nunca o lugar ao jornal. 

Também o livro ebook, o livro pela internet, não tirará o lugar dos livros que são impressos em papel, porque só estes têm o cheiro especial, só nestes sentimos o toque especial ao virar as suas páginas, só as capas destes deixam chegar aos nossos ouvidos um suave ruído ao abrir-se o livro.

Dizem que os autores quando morrem, ficam por cá porque as suas obras continuam a perpetuá-lo. Muita gente quando morre deixa saudades, mas não a sua presença a descrever espaços, lugares, fantasias, verdades. Será? Então eu que sou autora, já publiquei o romance "O Meu Pecado" e em breve publicarei mais, será que vou ser lembrada até quando?

Você gostaria de ser lembrado daqui a 10 anos? 20 anos? E se fosse lembrado daqui a 100 anos? E se, como Camões fosse lido, discutido, estudado, durante séculos? Deixe um comentário com a sua opinião para que eu possa ir visualizando...



 

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...