terça-feira, 1 de março de 2011

ANEDOTAS


ANEDOTAS - BOCAGE... E NÃO SÓ

Eis como a erudição pôde salvar uns patos de criação...


CONCLUSÕES DIFÍCEIS.....

Conta-se que Bocage, ao chegar a casa um certo dia, ouviu um barulho estranho vindo do quintal.
Chegando lá, constatou que um ladrão tentava levar os seus patos de criação.
Aproximou-se vagarosamente do indivíduo e, surpreendendo-o ao tentar pular o muro com os seus amados patos, disse-lhe:

-Oh, bucéfalo anácrono! Não te interpelo pelo valor intrínseco dos bípedes palmípedes, mas sim pelo acto vil e sorrateiro de profanares o recôndito da minha habitação, levando meus ovíparos à sorrelfa e à socapa. Se fazes isso por necessidade, transijo... mas se é para
zombares da minha elevada prosopopeia de cidadão digno e honrado, dar-te-ei com a minha bengala fosfórica bem no alto da tua sinagoga, e o farei com tal ímpeto que te reduzirei à quinquagésima potência que o vulgo denomina nada.

E o ladrão, confuso, diz:
-Doutor, afinal levo ou deixo os patos?


Conclusão amigos: Não deixem de falar caro, termos ricos, com todos os sss e rrrsss. Ah! Ah! Ah!

Ah, mas agora a sério: não se esqueçam que é melhor irem praticando a escrita na nova grafia de português. Ela veio para ficar.

Reparem: os cccccccccccc mudos, desaparecem. Mas só os mudos. Porque fato e facto, continuam a existir. De facto, podemos escrever com as duas grafias. E se estiver sem fato e vai à opera, é melhor vesti-lo.

E agora aqui para nós que ninguém nos ouve: Pronunciava baptismo ou batismo? Ouvia o c de efectivamente? E se escrever efetivamente não soa igual?

Se continuassemos a escrever pharmácia? E assucar? Quer voltar para essa época?

Rezinga porque subjugaram a nossa língua de Camões aos nossos irmãos brasileiros? Isto só quer dizer que nós deveriamos há muito ter iniciado esta escrita moderna. Eles até usam termos de Eça de Queiroz...

Enviarem-me emails a pedir para me juntar ao grupo contra a entrada em vigor do Novo Acordo Ortográfico... depois de ele ter sido aprovado, isso é passar rasteiras.

Se está errado para si, pegue num pau, bata-lhes. Eu não fui a culpada. Acreditem.

Sabem o que me irrita? É que já estamos em Março de 2011. Como o tempo passa. E eu não sou como aquelas árvores que rejuvenescem a cada primavera!

01-03-2011 Celeste Cortez

Se encontrarem palavras com a nova grafia outras com a velha grafia, desculpem, mas é a melhor maneira de ir devagarinho para ir tomando o hábito. E se acharem que os meus artigos merecem algum comentário, deixe o comentário aqui ao fundo da página, se f.f.


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...